terça-feira, 8 de janeiro de 2008

O mundo perdeu a referência




Desde o natal to com isso na cabeça. Na verdade um pouco antes, na gravação do i9jovem*, quando gravamos o programa de ano novo. O mundo perdeu a referência, por isso busca algo “concreto” pra se pautar. Uma calcinha cor-de-rosa na virada do ano garante amor, algumas sementes de romã na carteira resolvem seus problemas financeiros, deixar a bíblia aberta e ler o salmo 123 proporcionam proteção. Isso tudo porque temos a necessidade de coisas palpáveis, algo em que possamos depositar nossa esperança. É aí que nos esquecemos que Deus existe. Que Ele ainda é o mesmo, que ainda faz milagres e ainda é presente independente da nossa incredulidade.
Semana passada assisti “Encantada” [corre pro cinema, boba...o filme é mto fofo!] e, mesmo não sendo um filme cristão [e ignorando a escolha final dela...onde já se viu...advogados!humpf!] nos permite fazer uma comparação entre o que é tratado no filme e o que vivemos hoje. A adaptação dos valores celestiais aos valores mundanos. Temos tratado Deus como um “amigo imaginário”, uma “força superior”, mas nunca como o que Ele realmente é: criador de todo o universo, o único digno de receber louvor.
Muito fácil a gente reclamar que o mundo ta virado, que Deus esqueceu dos homens, mas o os homens? Quanto tempo faz que se esqueceram de Deus? E nem vem falar que eu sou uma alienada e não sei mais o que incapaz de ouvir idéias alheias que eu já conheci doutrinas demais e tudo me leva a afirmar que não tem essa de que todos os caminhos levam a Deus. Jesus é mto claro qdo diz: “eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai SENÃO POR MIM”.
Então minha gente, aproveita o novo ano pra buscar o que realmente importa, mudar o que tem que mudar, mas acima de tudo, manter o foco no único capaz de promover a verdadeira transformação.

Maiores informações, visite: http://www.mari-brandao.blogspot.com





feliz ano nooooooooooovo, minha gente!!

\o/